Arquivo por tag: português

É ZERO coisa ou ZERO coisas?

É zero hora ou zero horas? É zero ovo ou zero ovos? É zero carro ou zero carros?  É zero coisa ou zero coisas? Para entendermos por que é “zero coisa” em alguns lugares e em outros é “zero coisas”, primeiramente temos que observar um “zero” afastado de seu valor quantitativo e próximo a uma …

Continue lendo

Por que tem a COR NEGRA e a COR PRETA na língua portuguesa?

A língua portuguesa, ao contrário de todas as demais línguas românicas, é a única que tem duas definições para a cor negra, a negra e a preta. Se dermos uma rápida olhada nos dicionários, veremos que as duas palavras são sinônimas: preto e negro têm o mesmo significado linguístico. Todavia, seu uso cultural, suas etimologias …

Continue lendo

A língua portuguesa é machist@?

  A língua portuguesa é machist@? (por @NomesCientificos) Como esta página trata de nomes, finalmente, tomei fôlego opinar sobre a tal da “gramática inclusiva” que tenho visto nas universidades e em alguns grupos ativistas. Alegando que a língua portuguesa seria machista, muitos tem empregado palavras que seriam “neutras”: usam outro grafema no lugar da vogal …

Continue lendo

O que significa “off my plate”? E “on my plate”?

Eu estava em uma reunião e ouvi a expressão  “it’s off my plate”.  Na hora, fiz cara de estátua, mas logo fui pesquisar. “Plate” quer dizer prato, chapa,  lâmina… entre outros significados.  Mas a expressão não quer dizer “fora do meu prato de comida” ou “saia do meu prato”. Sua tradução literal deixaria qualquer contexto estranho. OFF my …

Continue lendo

Por que é COR e não COLOR?

Não era para cor ter um <l> em português? Se o que tem cor é colorido, se o ato de dar cor a algo é colorir e se o aparelho que mede a intensidade das cores é o colorímetro, por que, em português, dizemos cor e não color? Outras línguas europeias, assim como o português, …

Continue lendo