jan 03 2018

A palavra “enfezado” vem de “fezes”?


Muitas mamães já disseram que a criança está enfezada, ou seja, está há algum tempo sem evacuar e, naturalmente, irritada e inquieta. Daí, não foi difícil alguém associar a palavra ‘enfezar’ com ‘fezes’, isto é, enfezar é encher-se de fezes.

Esta etimologia é correta? Os dicionários atuais nem sequer mencionam fezes nas definições, mas, ao consultar, o ‘Vocabulario Portuguez e Latino’, de 1728, para ‘enfezado’, você verá a definição “Che[i]o de fezes” <http://bit.ly/2lHiua6>. E então?

Fezes, em português, é um substantivo feminino plural usado para denominar a matéria fecal, os excrementos. Fezes vem do latim ‘faecis’, que, inicialmente, era usado para a lama e, depois, por analogia, foi empregado ao cocô.

Enfezar não tem mesma origem etimológica. Ele vem do verbo latino ‘infensare’, que significa ‘ser hostil a alguém ou a algo’. Um ‘infensatus’ é alguém que demonstra raiva e impaciência.

De fato, alguém com constipação intestinal (com retenção fecal) acaba ficando bem mal-humorado (você deve conhecer alguém assim… rsrs). Tanto é que aquele dicionário de 1728 e o povo falante da língua portuguesa emprestou o sentido ao enfezamento.


Fonte: Fanpage Nomes Científicos. Sugestão: Fabiano Zequetto.|
Curta :#nomescientificos #NCF




Deixe seu comentário