Artes Gráficas de Francisco Arquer Thomé

Muitas artes gráficas foram desenvolvidas ao longo da carreira.  Se colocássemos todas aqui, o repertório se tornaria extenso e chato.  Além do mais, muitas se perderam com o tempo.

No início, lá na década de 90, a diversão era recortar as cabeças dos amigos e colocá-las nos corpos de outras pessoas. Isso rendeu muitas risadas.

Na época da faculdade, enquanto os colegas do curso de jornalismo usavam softwares especializados para diagramar jornais,  eu ficava à vontade apenas com um bom e novo Corel Draw.

Com o desenvolvimento da vida profissional,  muitas vezes eram elaboradas 3 a 4 artes diferentes por dia durante vários meses.  Eu saia na rua e tinha vontade de que a realidade tivesse o atalho Crtl+P (comando do Corel para centralizar a arte no meio da página).

Confira alguns materiais que foram importantes.  Ao colocar o mouse sobre a imagem, há detalhes.

Se clicar, elas ampliam. 🙂

Abraços

Francisco Arquer Thomé (Kiko)